NOTÍCIAS
Política
08/02/2020

Bolsonaro diz que sua trajetória no governo é marcada por ataques e perseguições

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Bolsonaro diz que sua trajetória no governo é marcada por ataques e perseguições

A uma plateia de evangélicos, o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse neste sábado, dia 8, que sua trajetória no governo federal é marcada por "ataques, perseguições e incompreensões".

 

"Sabia que não ia ser fácil. Perseguições teriam, ataques e incompreensões, lutas por poder, mas sabia, acima de tudo, que teria sempre o povo ao nosso lado", afirmou o presidente, convidado para subir ao palco do evento The Send Brasil.

 

Bolsonaro afirmou que houve uma mudança no País com sua eleição e que o governo agora respeita os valores familiares e "é temente a Deus". Ele disse que, a partir de sua posse no Palácio do Planalto, "palavras proibidas" - Deus, família e pátria - "começaram a se tornar comuns".

 

Veja também

 

'Minha plumagem é diferente da deles', diz Bolsonaro sobre outros políticos

 

Bolsonaro ameaça com 'cartão vermelho' ministros que usarem cargo nas eleições

"Temos um governo que respeita os valores familiares. Temos um governo que deve lealdade a seu povo e, acima de tudo, que é temente a Deus. O Estado pode ser laico, mas Jair Bolsonaro é cristão."

 

Após a queixa e o aceno aos evangélicos, Bolsonaro pediu mais apoio ao público protestante presente no Estádio Nacional Mané Garrincha e agradeceu os votos recebidos nas eleições de 2018 - o segmento religioso foi um de seus pilares na campanha.

 

"Vocês decidiram, vocês foram ponto de inflexão há dois anos, decidindo mudar o destino do Brasil", afirmou. "Chegamos lá, mas não basta. Uma andorinha só não faz verão, mas todo verão começa com uma andorinha. O verão de 2018 será cada vez mais forte. Passamos a acreditar nas instituições e na maneira séria e honesta de fazer política. Vocês são os responsáveis por isso".

 

O presidente emocionou-se no palco e, sem citar o episódio da facada que levou em Juiz de Fora (MG) durante a campanha eleitoral de 2018, creditou a Deus o motivo de estar vivo.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

"Se eu não sei como estou aqui, algo muito, mas muito importante, me conforta: Deus sabe. Nada fazemos se não for por ele. Ninguém esperava que uma pessoa da minha origem, da minha atividade política conseguiria vencer o verdadeiro mecanismo, mais conhecido como establishment", disse. 

 

Terra

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.