NOTÍCIAS
SÓ VÍDEOS
24/02/2021
Visualizações: 121160

IMAGENS FORTES! PSICOPATA! Jogadora de CoD Mobile, de 19 anos, é assassinada a facadas por colega de jogo. ‘Que maravilha!’, diz o assassino ao ver o corpo da jovem numa poça de sangue. VEJA VÍDEOS

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Conhecida pelo nick de "Sol", Ingrid foi encontrada morta na tarde da última segunda-feira (22). À direita, o assassino

A integrante da equipe FBI E-sports de Call of Duty Mobile, Ingrid Oliveira, de 19 anos, foi assassinada a facadas na tarde da última segunda-feira (22). O principal suspeito do crime é Guilherme Alves Costa, de 18 anos.

 

Ingrid, que é conhecida pelo seu nickname de jogo "Sol", conheceu "Flashlight", codinome de Guilherme no cenário dos E-Sports pela internet. Eles marcaram de se encontrar pela primeira vez na casa de Flashlight em Pirituba, bairro da zona norte de São Paulo, e lá que a jovem foi encontrada morta.

 

De acordo com a reportagem do portal R7, Flashlight se entregou à polícia, e contou que havia planejado o crime em um livro no qual ele relata quais seriam os reais motivos para cometer o assassinato. O celular e o livro de Flashlight foram apreendidos pela polícia e o caso foi registrado como homicídio qualificado.

 

Veja também

 

IMAGENS FORTES! Homem coloca fogo na casa da ex-companheira por não aceitar o fim do relacionamento. VEJA VÍDEOS

 

IMAGENS FORTES! Assaltantes são fuzilados durante roubo e um acaba morto. VEJA VÍDEOS

 

Ingrid “Sol” foi assassinada

Ingrid Oliveira de 19 anos

Foto: Reprodução 

 

Sol tinha 19 anos, jogava Call of Duty: Mobile e iniciava sua carreira nos esports eletrônicos. A equipe em que era membra, FBI E-sports, divulgou nos stories uma mensagem de luto pela jogadora na qual, Krony, responsável pelo time, lamenta: "Ela era uma pessoa extraordinária, a quem vamos lembrar todo dia que o Sol nascer, todo dia que a luz do Sol tocar no nosso corpo, toda vez que olharmos para o Sol, nós vamos lembrar dela”.

 

“Na tarde desta segunda-feira, [Guilherme] enviou um vídeo no grupo da organização no WhatsApp no qual supostamente ele acabara de matar uma mulher, filmar e compartilhar o vídeo. Ele também enviou um PDF onde deixa mensagens de ódio contra cristãos e faz um aceno ao terrorismo. Após a liderança do clã ficar ciente do ocorrido, nos organizamos e tomamos medidas necessárias: Informamos as devidas autoridades e pedimos a todos os nossos membros para não compartilhar o vídeo do suposto crime”.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp  

 

Em um vídeo divulgado pela Viva ABC, Guilherme está sendo preso pelos policiais e é questionado por um transeunte se ele “lembra o que fez”. Guilherme responde: “Lembro. Minha sanidade mental está completamente apta”. Ele também responde o porquê de ter cometido o crime: “Porque eu quis”. Uma mulher o indaga por estar rindo após ter matado uma “menina novinha”, e Guilherme diz que “sabe da gravidade da situação”.

 

Fonte: IG

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

COMENTÁRIOS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.