NOTÍCIAS
Geral
28/07/2021

Miranda diz à PF que não gravou conversa com Bolsonaro e disponibiliza celular

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Deputado é ouvido na Polícia Federal nesta terça-feira; depoimento é parte de inquérito que investiga suspeita de prevaricação do presidente Jair Bolsonaro sobre o caso Covaxin

Em depoimento à Polícia Federal (PF) nesta terça-feira, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) negou ter gravado a conversa que teve com o presidente Jair Bolsonaro em 20 de março, em que trouxe denúncias sobre a Covaxin, o mesmo que já havia dito em outras ocasiões.

 

Deixou também seu celular à disposição das autoridades para extração das mensagens sobre o tema.

 

A PF investiga se o presidente Jair Bolsonaro teria cometido prevaricação ao deixar de levar adiante as denúncias apresentadas por Miranda e seu irmão, Luis Ricardo Miranda, servidor concursado do Ministério da Saúde.

 

Veja também 

 

CPI da Covid retoma depoimentos com foco na negociação de vacinas

 

A apoiadores, Bolsonaro defende corte de R$ 2 bilhões do Fundão

Luis Ricardo disse que estava sofrendo uma pressão atípica de superiores no processo de importação da Covaxin, vacina indiana comprada por R$ 1,6 bilhão em contrato hoje suspenso.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

Miranda disse ao GLOBO que o delegado que o interroga nesta tarde de terça-feira é "muito sério e interessado na verdade dos fatos" e não perguntou "nada que me deixasse constrangido".  

 

Fonte: iG 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.