Notícias

Compartilhar Imprimir

Mulher

17/08/2019

Os vilões do estômago: confira seis hábitos que atrapalham a digestão. VEJA

Compartilhar:

Foto: Shutterstock

Mudar atitudes simples pode reduzir o desconforto após comer.

 Comer é um prazer, mas a sensação que chega logo depois nem sempre é tão agradável assim.

 

Azia, desconforto, estufamento e gases são sintomas que podem aparecer quando a refeição não cai bem.


“Não há nada que atrapalhe a digestão a ponto de ela não ocorrer, mas alguns hábitos e alimentos podem tornar esse processo um pouco mais desconfortável”, alerta Ana Cristina Amaral, professora do departamento de gastroenterologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

 

Veja também

 

Confira 12 dicas extremamente úteis e que toda mulher deveria saber

 

Confira 6 razões porque elas dizem namorar aos 50 é melhor que na juventude

 

Para ajudar você a ficar de bem com seu estômago, o G1 listou quais são os principais hábitos inimigos da boa digestão. Confira.

 

1. Não mastigar bem os alimentos

 

Imagem relacionada

 

A gente até aprendeu na escola que a digestão começa na boca com a mastigação, mas nem sempre lembra disso na pressa de comer.

 

“É um passo fundamental. Além de quebrar os alimentos fisicamente, mastigar diversas vezes permite que as enzimas presentes na boca iniciem o processo de digestório”, afirma o gastroenterologista Décio Chinzon, secretário geral da Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG).

 

Quando você não mastiga com calma sua comida, a digestão se torna mais trabalhosa para o estômago e tende a demorar mais, o que pode causar desconfortos.


2. Comer muito rápido

 

Resultado de imagem para comer rapido

 

Esse é outro hábito comum de quem dedica pouco tempo para as refeições e que pode gerar consequências desagradáveis. Comer com muita pressa faz com que o estômago distenda rapidamente, provocando dor e prejudicando a digestão.

 

“Normalmente, quem come rápido também costuma falar enquanto come e acaba deglutindo muito ar com o alimento. Isso também distende o estômago, o que pode deixar a pessoa inchada, com vontade de arrotar e aquela sensação de estar ‘cheia’”, complementa a professora da Unifesp Ana Cristina Amaral.

 

3. Ingerir muito líquido durante a refeição

 

Resultado de imagem para beber enquanto almoca

 

Beber enquanto come não faz mal, mas não dá para exagerar. “Quando se faz uma ingestão de muito volume, o estômago fica distendido e pode gerar desconforto”, diz a professora Ana Cristina.

 

A quantidade limite de bebida varia de pessoa para pessoa - e também do quanto você comeu junto. As bebidas gaseificadas, inclusive a água, tendem a distender ainda mais o estômago.

 

4. Deitar logo depois de comer

 

Resultado de imagem para comer e deitar

 

Não é lenda: é sempre bom permanecer de pé ou sentado após as refeições. O efeito da gravidade ajuda a conduzir os alimentos para o lugar certo. “Principalmente quem tem refluxo precisa esperar uma ou duas horas para deitar”, recomenda Ana Cristina.

 

Ou seja: aquele cochilo depois do almoço só está liberado se for encostado, não deitado.

 

5. Usar roupas muito apertadas na barriga

 

Resultado de imagem para usar roupas apertadas na barriga

 

Não é à toa que abrir o botão da calça depois de comer dá uma sensação de alívio. “Roupas apertadas na altura do estômago comprimem a câmara gástrica, dificultando a sua expansão”, afirma Décio Chinzon, gastroenterologista da FBG.

 

 Eles não estão proibidos (pelo contrário, são nutricionalmente importantes para a saúde), mas é sempre bom não exagerar no consumo de alimentos como feijão, brócolis, repolho, couve-flor, lentilha e grão-de-bico.

 

6. Exagerar no consumo de alguns alimentos

 

Resultado de imagem para mastigar bem

Fotos: Reprodução

 

“Eles são ricos em um tipo de carboidrato chamado rafinose, e o nosso organismo não tem enzima suficiente para fazer a digestão desse carboidrato. Esses alimentos acabam sendo fermentados no intestino, o que gera a produção de gases”, diz a professora da Unifesp.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook,Twitter e no Instagram.

 

Na hora de montar o prato, evite também os alimentos muito gordurosos e as frituras. E lembre-se de sempre fazer pequenas refeições ao longo do dia. “Chegar em casa esfomeado à noite, fazer um prato enorme e se deitar em seguida: essa é a fórmula do desastre”, comenta Chinzon.

 

G1

 

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.