NOTÍCIAS
Plantão Policial
16/12/2019

Policiais militares salvam homem da morte e prendem traficante que iria executá-lo na invasão Monte Horebe, Zona Norte de Manaus

Compartilhar:
Foto: Traficante Djord Lucas estava no comando do sequestro e foi preso quando se preparava para executar um homem

P03reso no último domingo depois de sequestrar e levar um homem para ser executado em uma área de mata da invasão Monte Horebe, situada na Zona Norte de Manaus.


Uma guarnição da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) recebeu a denúncia anônima sobre o sequestro e conseguiu chegar a tempo de salva a vida do homem que já estava amarrado e amordaçado.


Outros quatro traficantes que participavam do crime fugiram correndo para dentro da mata e somente Djord Lucas foi preso quando torturava e já estava com um terçado na mão para assassinar o seu desafeto.


O homem salvo da morte levou os policiais militares até sua casa onde cinco membros de sua família foram encontrados amarrados e mantidos como reféns de dois traficantes, que também conseguiram fugir correndo pela porta dos fundos.

 

Djord foi apresentado no 6º Distrito

Integrado de Polícia (Foto: Divulgação)


O sequestro que teria um final trágico com a morte e esquartejamento da vítima na área de mata da invasão Monte Horebe foi motivado pela disputa de pontos de venda de drogas e rivalidade entre facções rivais naquela área.


Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada pelos policiais militares para atender o homem torturado pelos traficantes, o qual estava bastante machucado e tinha alguns golpes de faca nas costas.


Após o encerramento da ação policial na invasão o traficante Djord Lucas foi apresentado no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) onde foi autuado em flagrante por crime de tortura, associação criminosa e tentativa de homicídio.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.