Notícias

Compartilhar Imprimir

Curiosidade

18/03/2019

Respeitar gênero e nome de pessoas trans reduz riscos de suicídio e depressão, diz estudo

Compartilhar:

Foto: Reprodução

Pra se ter ideia a taxa de suicídio entre pessoas trans é Oito vezes maior do que entre pessoas cisgênero

Muitas pessoas desenvolvem doenças, porque não podem ser elas mesmas. Esta ideia de ter que usar uma máscara social pode dar certo até a página 1.

 

Na verdade, cansamos de ter que assumir outro papel e ansiamos por ser nós mesmos, nos mais variados lugares. Por mais que o ser humano tenha que contemporizar certas coisas no ambiante de trabalho, assumir uma outra identidade parece escabroso só de pensar.


Veja também

Homofobia pode ser indício de atração pelo mesmo sexo, diz pesquisa

É possível curar a homofobia? VEJA O QUE DIZEM OS ESPECIALISTAS


Um estudo empírico, realizado com 129 jovens trans, confirma o que foi citado anteriormente. O estudo revelou que, quem pode usar o nome e gênero com o qual se identifica no trabalho, tem 71% menos chance de desenvolver quadros de depressão.

 

Ou, em casos mais fatais, como suicídio. Imagino que qualquer transtorno de personalidade possa ser minimizado, se a pessoa puder se apresentar socialmente como verdadeiramente é.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.


Segundo Põe na Roda, um estudo do National Center for Transgender Equality revelou que 40% das pessoas trans já tentou se suicidar. Pra se ter ideia a taxa de suicídio entre pessoas trans é Oito vezes maior do que entre pessoas cisgênero.

 

Observatório G

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.