NOTÍCIAS
Interior em Destaque
27/02/2021

Wilson Lima continua realizando entrega de ajuda humanitária para famílias de Boca do Acre

Compartilhar:
Foto: Reprodução

A ação conta com o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB), para garantir celeridade na logística do transporte de mantimentos

O governador Wilson Lima realizou, neste sábado (27/02), a entrega da ajuda humanitária a famílias do município de Boca do Acre, na calha do rio Purus, que se encontra em Estado de Emergência por conta da enchente.

 

Ao todo, foram destinadas ao município 34 toneladas de alimentos; 500 botijas de gás; mil galões de água mineral; três caminhões pipa e quatro embarcações de médio porte para suporte na logística de transporte. O governador assegurou total apoio na assistência às famílias da região, que deve contar também com o fornecimento de água potável, por meio de miniestações de purificadores de água.

 

Essa ação faz parte da programação de visita do governador aos municípios das calhas do Purus e Juruá, entre sexta (26/02) e sábado (27/02), para prestar socorro às famílias atingidas pela cheia.

 

Veja também

 

Em Eirunepé, Governador Wilson Lima anuncia retomada do ‘Merenda em Casa’ e entrega vacinas contra Covid-19 e Auxílio Estadual

 

Governador Wilson Lima corrige distorções de uma década e já paga em dia terceirizados da saúde

 

“Estamos aqui trazendo ajuda humanitária, entregando cestas básicas, botijas de gás, estamos também entregando galões de água, porque muitas famílias estão sendo prejudicadas pela falta de água potável. Nós também estamos disponibilizando carros pipa e embarcações para fazer entregas nas comunidades mais distantes. Para semana que vem a gente já começa o processo de instalação de estruturas para que possamos ter água potável para algumas comunidades”, detalhou o governador.

 

 

Nesta próxima semana, o Estado deve iniciar a montagem das estruturas de miniestações de purificadores de água em Boca do Acre e também nos municípios mais afetados pela cheia, para garantir água potável para atendimento das necessidades de consumo da população. A ação conta com o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB), para garantir celeridade na logística do transporte de mantimentos e das estruturas para montagem das ministrações, além de outras ações que serão implementadas nas localidades pelo Governo do Amazonas.

 

Oferta de Medicamentos - Durante a força-tarefa da ajuda humanitária em Boca do Acre, o governador assegurou o aumento do abastecimento da Central de Medicamentos (Cema), para suprir as demandas dos municípios atingidos pela enchente.

 

“Vamos aumentar o lote de medicamentos da nossa Central de Medicamentos, levando em consideração algumas doenças que são próprias do período da cheia. E estamos alinhando algumas outras ações com o município, para que possamos aumentar essa ajuda para esses irmãos atingidos pela cheia”, enfatizou o governador.

 

Fotos: Divulgação

 

Planejamento - O coronel Francisco Máximo Filho, da Defesa Civil, pontuou o planejamento do Plano de Contingência das ações de apoio e socorro às famílias do interior.

 

“O que estamos fazendo nesse momento é checar com as prefeituras as necessidades dos municípios. Temos dois planejamentos, um que atende as respostas imediatas, que são feitas com ações pontuais, de acordo com as necessidades de cada município. E o planejamento que está contemplado dentro do nosso Plano de Resposta, que trata de ações complementares e posteriores para finalizar com todas as demandas necessárias. O Estado também vai fazer essas ações complementares, de acordo com suas possibilidades, fazendo o que for possível para reparar todos os danos causados por essa enchente”, explicou.

 

Energia elétrica - Além do apoio em mantimentos e na construção das miniestações, o Plano de Contingência abrange a fiscalização no fornecimento de energia elétrica nos municípios, principalmente em órgãos e estruturas essenciais das localidades.

 

“Estamos checando, por exemplo, se os hospitais estão com grupos geradores; e se for ter a falta de energia, o que pode ser feito. Contatamos, muito antecipadamente, com a concessionária de energia e, através desse Plano de Contingência, a Defesa Civil vai monitorando junto com a empresa para que não haja desabastecimento. Essa região aqui é toda por combustível e, no caso de Boca do Acre e desses cinco municípios que estamos visitando, todos esses estão com sua energia garantida. O Governo vem para complementar as ações e estamos aqui para ver o que está sendo necessário e, na medida do possível, ofertar as ajudas necessárias para minimizar ou acabar com esse problema”, explicou o coronel Francisco Máximo.

 

Ajuda para Pauni - Mais cedo o governador Wilson Lima esteve no município de Pauini, onde fez a entrega do kit de alimentação do programa “Merenda em Casa” para as famílias, e também acompanhou a vacinação dos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à Covid-19.

 

Para o morador da comunidade do Trapiche, Sebastião Moreira, 46, a cesta básica chegou em um momento importante na vida de sua família. “Essa pandemia veio e a gente não pode mais trabalhar; e agora demos uma parada e a alagação veio. Tudo o que a gente tinha arrecadado perdemos tudo na alagação. Tá difícil conseguir comida. E aqui precisa de um dinheiro pra conseguir ir nas lojas. Como a gente não tem trabalho, e nossas coisas foram por água abaixo, a gente não tem como comprar. E agora o Governador chegou pra ajudar a gente. Essa ajuda é muito bem-vinda”, comentou.

 

Para Pauni, o Governo do Estado já repassou a primeira parcela do FTI de 2021, no valor de R$ 396.475,80. Os investimentos em equipamentos e material para o hospital somam R$ 197 mil. Conforme dados gerenciados pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), já foram aplicadas 1.031 doses (da 1ª e 2ª doses) da vacina contra covid-19.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

A enfermeira e coordenadora de saúde do município de Pauini, Gisele Melo de Noronha, recebeu a segunda dose da vacina contra covid-19, e afirma que a esperança reacende para continuar ajudando as demais famílias da cidade. “A gente se enche de esperança por estar vindo mais doses, em um espaço de tempo bem curto também, então a gente fica cheio de esperança pra poder vacinar toda a nossa gente. Todos nós ficamos, porque a vacina é uma chance de nós passarmos por essa pandemia bem, porque ela protege nos casos mais graves, então é o que a gente quer. A gente não quer que as pessoas morram, então isso pra nós é uma alegria imensurável”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.