Notícias

Curiosidade

Essa é uma dolorosa realidade de ser cabeleireira que ninguém contou pra você antes

Compartilhar:

Foto: Hitesh Patel, um massoterapeuta compartilhou em uma de suas redes sociais a foto das costas de uma de suas clientes, Grace Campbell

Praticamente todas as profissões tem seus riscos e a de cabeleireira não poderia ser diferente. Hitesh Patel, um massoterapeuta compartilhou em uma de suas redes sociais a foto das costas de uma de suas clientes, Grace Campbell, que aderiu ao tratamento Gua Sha.

 

"As alegrias de ser cabeleireira! Esta é a adorável Grace. Por passar horas em pé curvada para frente, enquanto segura secador, escova de cabelo ou um pincel de maquiagem sobre as clientes, os músculos acabam se desenvolvendo para segurar o esqueleto nesta posição. Então, quando finalmente você tenta sentar-se em uma posição neutra comum, acaba não funcionando", explicou Hitesh.

 

Veja também

 

Veja 8 sintomas de doenças mentais que você pode ter sem perceber


Veja 7 coisas nojentas que você não sabia sobre a Grécia antiga

 

 

 

"Para redefinir os músculos, precisamos do Gua Sha para esticar os tecidos cicatrizados e depois realinhar a coluna espinhal", escreveu o massoterapeuta. "A próxima vez que olhar para o seu cabeleireiro e pensar que eles têm uma vida fácil, lembre dessas fotos e veja o sacrifício que fazem para seu cabelo ficar bonito!", completou Hitesh.

 

Gua Sha

 

Fotos: Reprodução


Muito conhecida também como "técnica de raspagem". Gua Sha é um tratamento terapêutico milenar de origem chinesa que trata diversos problemas musculares, de circulação e em tendões.

 

O profissional faz o uso de espátulas e "raspas" a pele do cliente para ativar a circulação e desfazer nódulos. Durante o tratamento é colocado um óleo especial sobre ao corpo, na região a ser tratada. A pele é raspada até apresentar leve hiperemia. As áreas que apresentam desequilíbrio energético apresentam, além da hiperemia, uma pigmentação mais profunda. Segundo a MTC, indicam a estagnação de fluidos vitais e da energia dos Meridianos (canais de energia do corpo). O paciente não sente dor durante ou depois do tratamento e a pele não fica lesada. A pigmentação desaparece dentro de poucos dias sem deixar vestígios.

 

Os efeitos benéficos do Gua Sha devem-se à sua atuação simultânea na pele, nos tecidos conjuntivos, no sistema linfático, nos músculos, vasos sanguíneos e, por último, nos órgãos internos. O simples gesto de raspar tem efeitos tão benéficos como a massagem, a moxabustão, a drenagem linfática, as terapias de oxigenação e estimulação do sistema imunológico.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.

 

E aí, o que acharam da matéria? Já tinha parado para pensar que a profissão de cabeleireira poderia ter algum risco? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante. 

 

Fatos Desconhecidos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Email:

Mensagem:

Leia também

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.