Notícias

Curiosidade

Policia da Flórida pensava que a casa estava abandonada, mas quando entrou eles ficaram paralisados. VEJA FOTOS

Compartilhar:

Foto: Quando voltei para o quarto, ela arregalou os olhos e abriu a boca assustada

O policial Mark Holste, da Flórida, EUA, nunca esquecerá a ligação que recebeu de um homem que disse que viu o rosto pálido de uma menininha misteriosa na janela da casa vizinha abandonada.

 

A casa dilapidada foi habitada por 3 anos, mas não havia sinal da presença de uma criança no jardim ou em outro lugar. O vizinho temia que este poderia ser um caso de abuso, e foi por isso que o policial imediatamente chegou ao local para investigar.


Quando o oficial Holste bateu na porta, ele esperou tudo, exceto o que descobriria ao entrar. Havia excrementos de animais e comida rançosa em todos os lugares, lixo, teias de aranha e milhares de baratas.

 

Veja também


Tubarão que pode ter mais de 500 anos é filmado por cientistas. VEJA FOTOS E VÍDEO


veterinário evita que cão obeso seja sacrificado a pedido do dono. VEJA O RESULTADO


Mas isso estava longe do pior: Mark descobriu uma criança, sentada no meio do lixo, que devia ter 6 anos de idade. Ela estava com fome e vestida apenas com uma fralda suja.


"Quando voltei para o quarto, ela arregalou os olhos e abriu a boca assustada, ficou de quatro para se refugiar em um canto e se encolheu, e então começou a grunhir", disse o policial em estado de choque ao Daily Mail.

 

 

O nome da menininha é Danielle. Em vista de sua condição crítica, os ajudantes imediatamente a levaram para o hospital. Seu comportamento e linguagem são semelhantes aos de um bebê de seis meses, ela não recebeu amor ou compaixão de sua mãe.

 

A mãe de Danielle levou 26 horas de custódia policial e foi condenada a dois anos de prisão e três anos de liberdade condicional. Ela obviamente perdeu a custódia de sua filha.

 


A sorte começa a sorrir para essa garota que esteve sozinha a vida toda. Em vez de ir a um orfanato, um casal, Diane e Bernie Lierows, decidiram adotar a menina. O casal, que já tem quatro filhos, sempre sonhou em ter uma filha. Quando eles viram Danielle, esta é foi a revelação.

 

A adoção de Danielle ocorreu alguns dias antes de seu oitavo aniversário, mas as coisas não foram fáceis nem para ela nem para sua nova família: ela ainda sofre de feridas psicológicas profundas. "Ela tem entre sete e oito convulsões por dia" , diz seu pai adotivo, Bernie.


Eles são forçados a fechar a geladeira com uma corrente, caso contrário, Danielle a esvazia. É óbvio que ela sofre desse trauma por causa de sua mãe que a deixou morrer de fome.

 

 Fotos: Reprodução

 

Apesar de sua infância terrível, Danielle lentamente se socializa com sua nova família. Ela tem um relacionamento especial com seu pai adotivo. Depois da maneira como sua mãe a tratou, ele se tornou uma "papai".

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

 
Ela está progredindo um pouco mais a cada dia. Seus pais esperam que um dia ela se torne independente e comece sua própria família. "Cuidar de Danielle é um pouco como entrar em uma montanha-russa, você nunca quer sair" , dizem os pais adotivos.
 

 

Ninguém Sabia

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Email:

Mensagem:

Leia também

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.