15 de Abril de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Mulher
23/02/2024

Fapeam inicia ações do Movimento Mulheres e Meninas na Ciência, com anúncio de editais e lançamento do 3º portfólio

Foto: Reprodução

Movimento visa contribuir para promover a diversidade na pesquisa e o fortalecimento do protagonismo feminino na CT&I

Novas ações para estimular o protagonismo de mulheres e meninas na ciência foram anunciadas pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), nesta sexta-feira (23/02).

 

Desta vez, mais de 1,8 milhão serão investidos em dois novos editais para apoiar pesquisas, na capital e no interior, lideradas por cientistas mulheres, além do lançamento do terceiro volume do Portfólio de Investimentos e Resultados de Pesquisas do Amazonas, que reúne 50 pesquisas coordenadas exclusivamente por pesquisadoras.

 

O anúncio foi feito pela diretora-presidente da Fundação, Márcia Perales Mendes Silva, durante a atividade “Café com elas”, realizada no Salão Nobre do Palácio Rio Negro, no bairro Centro. A ação marca o início da programação do Movimento Mulheres e Meninas na Ciência 2024, que completa cinco anos de ações, e ocorre no mês em que se comemora o Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, celebrado no dia 11 de fevereiro.

 

Veja também

 

Unidades móveis de saúde da mulher ofertam atendimentos nos bairros Jorge Teixeira e Cidade de Deus a partir de segunda-feira, 26/2

 

Unhas brancas: a cor de esmalte que está em alta nesta temporada

 

 

Exclusivo para fomentar projetos no interior do estado, o Programa de Apoio à Interiorização em Pesquisa e Inovação Tecnológica no Amazonas (Painter Mulheres Cientistas no Interior) conta com investimento de R$ 975 mil para apoiar projetos relacionados às seguintes áreas temáticas da bioeconomia: biotecnologia, biorrecursos e bioecologia. O edital prevê apoio a até 10 projetos.

 

Já o Programa Mulher Faz Ciência-Fapeam irá apoiar projetos de mulheres nas áreas de Ciências Humanas, Ciências Aplicadas e Linguística, Letras e Artes, que busquem contribuir de forma significativa para o desenvolvimento social, econômico, científico, cultural e político no estado, e para o ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) estadual. No total, serão aplicados R$ 875 mil para amparar até 10 projetos.

 

Durante o evento, a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, destacou que os dois editais inéditos lançados são exclusivos para mulheres do Amazonas e, em especial, do interior, e que a instituição trabalha ao mesmo tempo duas ações afirmativas que são o protagonismo feminino em ‘CT&I’ e em ‘CT&I no interior’.

 

“Nós estamos lançando também, de forma inédita, o Portfólio de Investimentos e Resultados de Pesquisa do Amazonas-Vol.03, que traz uma homenagem a todas as pesquisadoras do nosso estado, porque todos os 50 projetos apresentados, tramitaram e estão aprovados, inclusive os seus relatórios finais, que são coordenados exclusivamente por mulheres. Essa é uma homenagem do Governo do Estado para as pesquisadoras amazonenses", disse Márcia Perales.

 

Na oportunidade, a diretora-presidente da Fapeam também reforçou os principais avanços para as meninas e mulheres, a partir dos incentivos do Governo do Amazonas, especialmente após adesão do Movimento Internacional Meninas e Mulheres na Ciência, em 2020, com início de uma série de ações em prol do protagonismo feminino na área de CT&I, com lançamentos de editais exclusivos para mulheres, tanto da capital, quanto do interior.

 

“Já houve por parte do Governo do Amazonas, um investimento de mais de R$ 21 milhões em editais exclusivos para pesquisadoras do estado. Em 2019, tínhamos em torno de 460 mulheres coordenando projetos e hoje esse número já passa de 800. A gente entende que quando você apoia, quando você fomenta, quando você prioriza, que é o caso da Fapeam, mulheres no protagonismo de CT&I, você começa a ter novos resultados”, enfatizou Márcia.

 

A pesquisadora do Instituto de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Beatriz Ronchi Teles, destacou sobre a importância dos investimentos feitos pelo Governo do Amazonas, por meio da Fapeam, o que para ela, tem estimulado e incentivado uma maior participação de mulheres e meninas na ciência.

 

“Nos últimos anos, têm-se muito nesses projetos, incentivando mulheres na ciência a dar continuidade em suas carreiras e desenvolver pesquisas, principalmente aqui na Região Amazônica”, completou a pesquisadora.

 

Katia Luz Torres Silva, da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), ressaltou que existe uma sensibilidade do Governo do Estado e da Fapean de entender que precisa ser noticiada a participação das mulheres na ciência.

 

“Aposta-se em uma capacidade a mais que a mulher pode desenvolver e contribuir para a sociedade, para o mundo, para as mudanças e para a melhoria da humanidade. Seja um objeto de pesquisa pequeno, simples e básico, que traz frutos para grandes mudanças em projetos mais impactantes”, acrescentou Kátia Luz.

 

 

POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA

 

Durante o evento, também foi lançado o Portfólio de Investimentos e Resultados de Pesquisas do Amazonas-Vol.03, considerado um importante instrumento de divulgação e popularização da ciência. O material reúne 50 pesquisas finalizadas, apoiadas pela Fapeam, desenvolvidas e coordenadas exclusivamente por mulheres cientistas, além de trazer os indicadores de CT&I e impactos dos estudos.

 

HOMENAGENS

 

Numa ação de reconhecimento, a Fapeam também homenageou pesquisadoras que atuam em instituições de ensino e pesquisa do Amazonas, com certificados de menção honrosa, pelas suas contribuições e trajetórias na área de CT&I.

 

As homenageadas foram as cientistas: Beatriz Ronchi Teles e Fernanda de Pinho Werneck, ambas do Inpa; Katia Luz Torres Silva, da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon); e Kátia Emídio da Silva, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Amazônia Ocidental).

 

 

MAIS INVESTIMENTOS

 

Desde o ano de 2020, o Governo do Amazonas, via Fapeam, vem realizando diversas ações em prol do estímulo às mulheres e meninas no campo da pesquisa científica, tecnológica e de inovação no estado.

 

De 2019 a 2023, já foram investidos R$ 21.056.242,25 para fomentar pesquisas desenvolvidas por cientistas mulheres do Amazonas, 132 projetos de pesquisa, desenvolvidos na capital e em mais de 39 municípios do interior do estado, por meio de oito editais nesse período.



Os investimentos têm estimulado o ingresso de pesquisadoras em áreas do conhecimento com menor presença feminina, e que contribuem para uma participação plena e igualitária, reduzindo as desigualdades de gênero na ciência.



O número de pesquisadoras com projetos contratados pela Fapeam tem aumentado de forma significativa. A Fapeam saltou de 416 mulheres coordenando projetos, em 2018, para 834, em 2023.

 

Além dos novos editais, a Fapeam também vem realizando uma série de atividades de popularização da ciência e divulgação científica. As ações têm o intuito de aproximar a ciência da população, assim como divulgar a importância da redução das desigualdades de gênero na CT&I.

 

A Fapeam também adota em casos de licença maternidade continuidade dos pagamentos dos benefícios e extensão de prazo para análise da produtividade de pesquisadoras que se tornaram mães. Os projetos de eventos amparados pela Fapeam, recebem pontuação adicional quando apresentam estruturas para receber crianças, como ludotecas, brinquedotecas entre outros.

 

Acesse os editais lançados: https://www.fapeam.am.gov.br/editais/?aba=editais-abertos

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Foto: Nathalie Brasil/Fapeam
 

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.