21 de Julho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Manaus
12/06/2024

Orla da Ponta Negra terá rampa de acesso à praia em ampliação de políticas de inclusão da prefeitura

Foto: Márcio Melo/Seminf e Antonio Pereira/Casa Civil

Uma rampa de 160 metros começa a ser construída na orla do complexo turístico da Ponta Negra, na zona Oeste. O prefeito de Manaus, David Almeida, e o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Heliatan Botelho, anunciaram, na manhã desta quarta-feira, 12/6, o início dos trabalhos.

 

O canteiro de obras, isolado por um tapume, recebe uma retroescavadeira. Os materiais começam a ser descarregados pela equipe de construção e engenharia.

 

O prefeito David Almeida afirmou que essa é uma política afirmativa de inclusão. “Trata-se de uma ação fantástica de inclusão. Além da rampa, o Fundo Manaus Solidária adquire cadeiras anfíbias, para fornecer às pessoas que vierem se banhar, adentrar o rio”, destaca.

 

Veja também

 

 

Sepror intensifica a profissionalização do agro amazonense alcançando mais de 2,5 mil pessoas

 

Prefeitura promove orientações sobre travessia segura e alerta sobre radares eletrônicos na avenida do Turismo

 

 

O prefeito anunciou ainda outras intervenções para este perímetro da orla. “Também vamos aqui, nesta área, fazer um estacionamento exclusivo para que as pessoas que têm carro possam adentrar e acessar rapidamente a rampa. Ao lado do Corpo de Bombeiros, vamos ter banheiros adaptados para que possamos fazer essa integração”, acrescenta.

 

O equipamento terá 160 metros de comprimento por 2,70 metros de largura, ligando o final do calçadão até o rio. Será construído em duas etapas: durante a cheia e, posteriormente, na seca, quando receberá uma extensão até a área permitida para banho. A estrutura será em concreto armado e instalada a 15 centímetros acima da areia da praia.

 

O secretário da Seminf, Heliatan Botelho, estimou um prazo para o término da primeira etapa do projeto. “A gente prevê a conclusão da obra em 60 dias, se o clima favorecer, afinal, estamos trabalhando com concreto. Vale ressaltar que a rampa vai contar também com faixa tátil, para que os deficientes visuais também possam ter acesso”, explica.

 

 

 

Esses acessos, tanto escadarias quanto rampas, são feitos nas praias urbanas de várias capitais do país, para garantir a segurança e mobilidade aos frequentadores. As rampas vêm sendo instaladas para que todas as pessoas possam desfrutar das praias.

 

“Essa era uma luta de muitos anos. A gente já vinha lutando para que essa rampa fosse construída dando acessibilidade até chegar na água. E graças à gestão do prefeito David, agora vai se tornar realidade”, relata Gisele Lima, de 42 anos, mãe do Eli Gabriel, de 14 anos.

 

“Quanto mais acessibilidade a cidade tiver, melhor para as crianças, para os idosos, para os cadeirantes, para as pessoas com comorbidades, com deficiência. Nós sabemos que toda política pública é de fundamental importância para as crianças e para nós que somos pais”, complementou Gisele.

 

CADEIRAS FLUTUANTES

 

Fotos:Márcio Melo/Seminf e Antonio Pereira/Casa Civil

 

Assim que a obra for entregue, dez cadeiras estarão disponíveis na orla para uso de pessoas com deficiência. “A Seminf vem com a obra e nós, da Manaus Solidária, entramos com o apoio das cadeiras.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

As Pessoas com Deficiência (PcDs) vão vir aqui com a sua própria cadeira, vão adentrar na cadeira flutuante, caso queiram ter acesso até o rio, e vão poder ir até lá tomar o banho de rio e retornar para deixar a cadeira. Então, é uma cadeira que vai ficar disponível para todo e qualquer cadeirante que queira ter o acesso até o rio”, assegura o diretor-presidente do Fundo Manaus Solidária, Emerson Castro. 

 

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.