NOTÍCIAS
Esportes
28/07/2021

Sem Simone Biles, saiba quem são as principais adversárias de Rebeca Andrade na final individual da ginástica

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Rebeca Andrade já fez três cirurgias no joelho

Esperava-se que fosse uma coroação. Uma corrida triunfante para a medalha de ouro da atleta de maior destaque nos Jogos Olímpicos. Mas, de repente, o evento da final individual de ginástica feminina será totalmente diferente. Com a retirada de Simone Biles por causa de um problema de saúde mental, agora, a competição se torna real. Então, quem vai ganhar?

 

Há fortes candidatas, e suas pontuações e habilidades são próximas. Como segunda colocada, somente atrás de Biles, a brasileira Rebeca Andrade passa a ocupar automaticamente o lugar de favorita. Por ter lutado com diversas lesões ao longo de sua carreira, poucos previram que ela se sairia tão bem. Além disso, o Brasil nunca ganhou uma medalha de ginástica olímpica feminina. Porém, ela pode ter sido subestimada já que a sua técnica é tão boa quanto a das concorrentes.

 

Sunisa Lee, dos Estados Unidos, que ficou em terceiro lugar nas eliminatórias, também é um bom palpite à medalha de ouro. Com base nas preliminares, seu grau de dificuldade será maior do que o apresentado por qualquer outra atleta, exceto Biles. Isso dá a ela uma grande vantagem. Se cumprir o que costuma apresentar, as outras ginastas podem não ser capazes de alcançá-la, não importa o quão bem se saiam. O repertório de Sunisa na barra, em particular, é maravilhoso — e até mais difícil do que o que foi planejado por Biles.

 

Veja também

 

Brasil nas Olimpíadas (dia 28/29): medalhas em jogo na ginástica e judô

 

Ex-'parça' critica Neymar: 'Fura olho, estou de saco cheio'. VEJA

 

Sunisa Lee punches Olympics ticket with slight edge over Simone Biles

 

Também do time dos Estados Unidos, Jade Carey, que parecia um tiro no escuro por ter se classificado em nono e conseguido uma vaga no all-around apenas com a saída de Biles, pode surpreender. Ela nem mesmo participou do evento por equipes. No entanto, apesar de não performar bem na trave, tem um bom desempenho no solo e pode pontuar alto no salto.

 

Jade Carey steps in for Simone Biles as spotlight shines on Olympic  gymnastics | Fox News

 

As russas Angelina Melnikova e Vladislava Urazova merecem atenção: ambas fizeram parte da seleção russa que derrotou os Estados Unidos na competição por equipes após a saída de Biles. Em 2019, Melnikova conquistou a medalha de bronze no último campeonato mundial e se destaca nas apresentações de solo. Já Urazova brilha quando se apresenta na trave. Entre pontos fracos e fortes, qualquer uma com bom desempenho pode ganhar a medalha.

 

Angelina Melnikova – Wikipédia, a enciclopédia livre

 

Por fim, Tang Xijing, ginasta da China, é outra competidora que poderia se beneficiar de seu grau de dificuldade. Ela tem a maior honra na área — uma medalha de prata atrás de Biles no campeonato mundial — e, desconsiderando a americana, a performance de Tang na trave pode ser a melhor de todas.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

 

China's Tang Xijing claims silver, Simone Biles crushes 2 more records -  CGTN

Fotos: Reproduções

 

Fonte: O Globo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.